CURSO DE ITALIANO SILVANO FORMENTIN

Detalhes do curso

Carga Horária

176h

Disponibilidade

Imediata

Turnos

Livre

Modalidade

Online

Introdução sobre o curso

Do zero até à fluência em italiano em apenas 8 meses. Aprenda italiano com um método focado no desenvolvimento da fala, focado em conteúdos úteis do dia a dia e ferramentas de memorização inteligentes baseadas em neurociência. Esse não é um curso focado em gramática.

Objetivo do curso

O objetivo do curso é oferecer, com um método único e exclusivo, todos os recursos necessários para que o aluno se torne fluente em italiano no nível B1 do quadro comum europeu e tenha a sua vida transformada por ele. Nosso propósito é impactar o aluno de forma positiva, para que ele, além de aprender italiano, melhore a sua forma de pensar a vida e acredite mais na sua própria capacidade de aprendizado.

Áreas de atuação do curso

Empresas multinacionais, empresas de educação, setor de turismo e viagens internacionais, empresas do ramo gastronômico, setor de cidadania italiana.

Público Alvo

Pré-requisitos

Metodologia

Avaliação

Certificado

Silvano Formentin

Sobre

Quem é o professor Silvano Formentin?

Para que você entenda melhor os motivos de eu ter como missão de vida transmitir a língua italiana, decidi contar aqui uma parte muito especial da minha história, de onde surgiu o meu desejo de ensinar e compartilhar com todos este idioma e essa cultura. Você deve saber que eu sou professor de italiano e amo o que faço, mas isso nem sempre esteve nos meus planos. Por isso, neste capítulo, eu vou contar o que despertou essa paixão em mim, e como cheguei até aqui. Desde criança sempre fui muito ligado à Itália e cultivava o sonho de visitar esse belo país, em especial as cidades de Genova e Veneza. Em casa, via minha nona e nono conversarem em italiano, o que também me fez crescer com um afeto muito grande por esse idioma. Por isso, em 2007 fui atrás do meu sonho de reconhecer minha cidadania italiana e finalmente conhecer a Itália. Larguei meu emprego de servidor público e embarquei nessa aventura. Claro que eu sabia que me adaptar na Itália sem falar italiano seria muito difícil, então antes da viagem estudei a língua durante alguns meses. O problema é que o método que eu utilizei foi um muito tradicional, com conteúdos que não são aplicados no dia a dia – especialmente a gramática.

Por isso, cheguei na Itália compreendendo só algumas coisas e falando bem pouco italiano. Foi aí que entendi que a forma como eu havia estudado no Brasil, apesar de ter me trazido algum conhecimento não me ajudava a me comunicar de fato. Fui para a cidade de Turim, e lá fiz minha cidadania. Depois disso, me mudei para a região do Lago de Garda em busca de emprego, e foi então que o fato de não saber falar italiano me prejudicou muito. Em qualquer agência de empregos, as chamadas agenzie di lavoro, me perguntavam se eu sabia falar o italiano, afinal, esse era um requisito fundamental para qualquer vaga. Assim que eu revelava que falava pouco, perdia as minhas chances. Essa situação se repetiu muitas vezes, e enquanto isso, meu dinheiro acabava. No momento mais crítico, usei o que me restava para pagar o aluguel do mês, assim, pelo menos o lugar para morar eu não perderia. Isso me deixou com literalmente uma moeda de um Euro no bolso. Sem ter como comprar alimentos, me vi em frente a uma igreja onde o padre servia almoço para moradores de rua. Envergonhado, fiquei sem coragem de entrar quando a comida começou a ser servida, mas o padre, me vendo observar de longe entendeu que eu também precisava daquela refeição, e por isso me convidou a entrar. Esse momento emblemático até hoje me emociona, pois foi a situação mais difícil que passei na Itália. O meu sonho de morar naquele país estava se transformando em pesadelo, pois por não conseguir me comunicar eu não estava conseguindo me sustentar. 44 Naquele ponto, a decisão mais óbvia era voltar para o Brasil, mas eu optei por lutar pelo meu sonho mais uma vez. Em casa, comecei a estudar italiano – mais que isso, comecei a pesquisar sobre maneiras eficientes de se aprender um novo idioma. Aos poucos, fui descobrindo que técnicas funcionavam, e de que maneira eu conseguia aprender mais. Devido à uma grande necessidade de aprender, acabei desenvolvendo ferramentas e estratégias que ajudam no aprendizado de qualquer língua. O resultado disso foi que finalmente aprendi italiano, e, com isso, consegui um emprego. Trabalhei em Milão e um ano depois fui para a Alemanha, onde trabalhei por mais dois anos, antes de voltar ao Brasil por questões familiares. De volta ao Brasil, fui convidado por alguns amigos para dar aulas presenciais de italiano, algo que eu nunca tinha imaginado fazer apesar de sempre ter admirado os professores. Aceitei o desafio, e foi assim que descobrir uma das maiores alegrias da minha vida: ensinar! Nas aulas comecei a aplicar com meus alunos as estratégias que criei enquanto estudava na Itália, dando início assim ao método Silvano Formentin. Como me tornei professor?

 Aos poucos, fui compartilhando esse método com mais e mais alunos e me encantando cada vez mais com a felicidade de transmitir conhecimento! Por causa disso, depois de um tempo dando aulas presenciais, decidi viver disso e me esforçar para ensinar a língua italiana para o máximo de pessoas possível. Foi assim que surgiu o Curso de Italiano Silvano Formentin, produto que eu criei com muito carinho, reunindo todo o conhecimento que eu adquiri ao longo dos anos, tanto em italiano como em métodos e práticas de ensino. Alguns anos já se passaram, e eu sigo muito feliz com as minhas decisões e com a minha trajetória. Ver meus alunos de várias partes do Brasil (e até do mundo) realizando o sonho de falar italiano me emociona todas as vezes, e me faz ter certeza de que todo o esforço que fiz valeu a pena.

Organização Curricular 

 
0 H
Horas

Matrícula: Graduação

A Secretaria Acadêmica da Faculdade Brasília – FBr é o departamento responsável pelo registro acadêmico do aluno.

No Atendimento Geral da Faculdade Brasília – FBr o aluno(a) poderá solicitar os seguintes documentos como: histórico escolar, declarações, realizar matrícula, renovação de matrícula, aproveitamentos de estudos, carteirinha estudantil, segunda via de boleto e informações pertinentes a sua vida acadêmica.

No site da Faculdade Brasília – FBr o aluno(a) poderá acessar o portal do aluno com a sua matrícula ou CPF a sua senha será fornecida quando efetivar matrícula.

Documentos necessários para matrícula:

Matrícula: Cursos Técnicos

A Secretaria Escolar da Escola Técnica – FBr é o departamento responsável pelo registro acadêmico do aluno.

No Atendimento Geral da Faculdade Brasília – FBr o aluno(a) poderá solicitar os seguintes documentos como: histórico escolar, declarações, realizar matrícula, renovação de matrícula, aproveitamentos de estudos, carteirinha estudantil, segunda via de boleto e informações pertinentes a sua vida acadêmica.

No site da Faculdade Brasília – FBr o aluno(a) poderá acessar o portal do aluno com a sua matrícula ou CPF a sua senha será fornecida quando efetivar matrícula.

Documentos necessários para matrícula:
Fale conosco no WhatsApp
Pular para o conteúdo